terça-feira, 27 de junho de 2017

Núcleo Sócio-Cultural Semente do Amanhã - Organização apoiada pelo Instituto Rio em 2017

O projeto BAILARTE visa o ensino e a prática de ballet para crianças e jovens de ambos os sexos, de 7 a 17 anos, no intuito de desenvolver a expressão, confiança, atividade física, além da autoestima dos alunos e de suas famílias.
Os responsáveis têm a Instituição como local de confiança e transformação, e o projeto propõe esta transformação diária, estendendo o acesso a outras famílias que precisam ocupar o tempo de seus filhos numa região sem nada a não ser o ócio e a vulnerabilidade.
Estão previstas s 5 coreografias e um musical no final do projeto.

As atividades da organização podem ser conferidas em: https://www.facebook.com/ongsementedoamanha/


segunda-feira, 19 de junho de 2017

Associação Cultural do Camorim ACUCA - organização apoiada pelo Instituto Rio em 2017

“Sankofa no Camorim é um projeto com quatro ações, que busca a perpetuação da história do lugar, que mesmo sendo um quilombo reconhecido oficialmente por uma esfera governamental, a federal, vem sofrendo fortes impactos ambientais e descaracterização da sua área."
O projeto propõe aulas de dança com o objetivo de formar o grupo de dança "Quilombo do Camorim"; a realização do II Diálogo Inter-religioso, uma missa Afro e a Festa de Dandara e Zumbi dos Palmares. Todas as iniciativas buscam fortalecer a cultura e história do Quilombo do Camorim.

As atividades da organização podem ser conferidas em: https://www.facebook.com/acuca.camorim




segunda-feira, 12 de junho de 2017

Hip Funk - Coletivo apoiado pelo Instituto Rio em 2017

O projeto, que está em seu primeiro apoio pelo Instituto Rio em 2017, está em andamento, e tem por objetivo de mudar a realidade da comunidade, oferecendo atividades culturais gratuitas e diversificadas;
" Identificamos uma quantidade muito grande de amantes da cultura urbana (dançarinos, mcs, djs, produtores culturais, cinéfilos, etc) e grande falta dessa cena no território. Nós mesmos como artistas locais precisávamos circular a cidade atrás de cultura e isso gerava custos e barreiras, fazendo com que muitas promessas da cultura urbana ficassem apenas em promessas." 


A programação de atividades do projeto pode ser acessada em: https://www.facebook.com/hipfunkdsclds/


terça-feira, 6 de junho de 2017

Mulheres de Pedra - Coletivo apoiado pelo Instituto Rio em 2017

SolidArte III – Caminhos e encontros de proteção é o projeto do Coletivo Mulheres de Pedra, que já foi apoiado pelo Instituto Rio anteriormente e também foi finalista e ganhador do Prêmio Geraldo Jordão Pereira, 2a. Edição. 
projeto tem como finalidade oferecer arte, cultura, diálogo e rodas de conversa através de oficinas e eventos que já acontecem no espaço de convivência do coletivo Mulheres de Pedra, para a juventude e mulheres da comunidade e de outros coletivos.
As atividades consistem em rodas de conversa, oficinas e saraus poéticos.
Os saraus, compostos de apresentações, lançamentos de autoras negras (literatura negra) e outras atividades. O VIVAS é um dia de vivência e interações afro descendente, com a participação de vários coletivos e também da rede da Zona Oeste, e a Festa da Primavera.