quarta-feira, 25 de março de 2015

Instituto Rio participa do 4o Fórum | Rio – Ideias para a Cidade Metropolitana

No dia 21 de março, o Instituto Rio participou do 4o Fórum Rio, em Senador Camará, promovido pela Casa Fluminense (http://casafluminense.org.br), organização parceira da Universidade Comunitária da Zona Oeste. O encontro teve a finalidade de discutir temas de interesse não só da região metropolitana do Rio de Janeiro, mas principalmente questões relevantes para a Zona Oeste da cidade. Além dos debates que aconteceram na parte da manhã, outro objetivo do Fórum foi realizar a entrega da AgendaRio 2017 (http://casafluminense.org.br/agenda-rio-2017/) para a prefeitura do Rio de Janeiro, representada pelo Secretário-executivo de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho Teixeira.

Foram cinco debates simultâneos sobre os seguintes temas: O direito à segurança pública na Zona Oeste; Plano de mobilidade urbana sustentável; Movimento das águas – como entender e enfrentar a crise hídrica a partir do território?; Juventude – protagonismo e políticas públicas; e Cultura e Jogos Olímpicos – o legado para a metrópole.

Com o interesse de entender como está sendo pensado o legado dos Jogos Olímpicos na esfera cultural para a Zona Oeste, o Instituto Rio marcou presença neste debate ressaltando a importância da valorização e participação das organizações de base comunitária do território tanto no planejamento quanto na execução propriamente dita das atividades culturais durante o evento Olímpico. Outra proposta colocada pelo Coordenador do Instituto Santa Cruz de Esportes, Leonardo de Souza, organização apoiada em 2015 pelo Instituto Rio, foi a necessidade de revitalização de espaços para atividades culturais e esportivas nesta região.

Uma grande proposta discutida pelos integrantes do debate, que contou com a participação do Ministério da Cultura, Secretaria Municipal de Cultura através do Eixo Rio, Movimento Desabafo Urbano de Vila Kenedy e organizadores da FLUPP, foi a elaboração de um Circuito Cultural da Zona Oeste.

Durante o debate, ficou claro a necessidade de espaços de articulação e interação entre as diversas organizações da Zona Oeste e o poder público, dando a oportunidade para que o Instituto Rio apresentasse para todos os participantes a Universidade Comunitária da Zona Oeste (http://institutorio.org.br/universidade_comunitaria) como um dos espaços já existentes de integração.


Vamos acompanhar os desdobramentos dessa manhã de discussões tão importantes para a valorização e desenvolvimento social e cultural da Zona Oeste como legado dos Jogos Olímpicos de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário