sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Manifesto do Museu de Artes Lúdicas do Saquaçu



Em algum lugar do mundo deveria haver um Museu de Artes Lúdicas, nos coube cumprir esta missão. Uma mulher na Tailândia faz com um colchão velho de espuma, uma cobra. Nas Filipinas um menino monta um carro para ele e muitos outros meninos e meninas, com estrutura de ferro de cama e rodas de rolimãs. Numa rua de Bangu, no Rio, um homem que se chama Mago usa papéis de campanha de políticos candidatos e goma de farinha de trigo pra fazer animais de diversos portes, encanta a todos a galinha. Nenhum outro grupo criou antes o Museu por um motivo muito simples e pertinaz: Artes lúdicas é um termo que carrega uma enorme redundância, não quis qualquer grupo no planeta se responsabilizar por ela, já que todo o impulso para a arte, também para ciência, para a tecnologia é um impulso lúdico. Porém consideramos que esse impulso pode ser e tem sido traído constantemente, já que outros impulsos assumiram lugar no questionado ‘fazer artístico’. Daí coisas como humanizar o ser humano passam a soar com perfeita lógica. Um indígena brasileiro, com fome ou determinado a ser reconhecido como um excelente atirador/caçador na sua comunidade, antes prepara a flecha e o arco e os constrói com tanto cuidado, primor e inventividade em torná-los únicos em sua beleza, que o que voa é a beleza, não a fome de conquista. A beleza em pleno voo, esse é o impulso da arte. A construção da aparência é arte, e o que aparece em movimento é o lúdico.
EM 2015 VENHAM NOS VISITAR. MUSEU DE ARTES LÚDICAS DO SAQUAÇU. RUA DO AMOR nº 3. SAQUAÇU, SANTA CRUZ, RIO DE JANEIRO. RJ BRASIL.
CASA DA RUA DO AMOR. APOIO: INSTITUTO RIO.

Um comentário:

  1. Manifesto muito bem posto Luiz Vaz, nossa Casa está em um processo maravilhoso de abertura e é sempre bom agradecer nossos parceiros, tanto o Instituto Rio quanto a Universidade Comunitária da Zona Oeste.

    Rodrigo Veras

    ResponderExcluir